Por Cuca
29 setembro, 2015

Sardegna – Sardenha – Sardinia

sardenha dicas capa cuca
Um dos lugares mais maravilhosos que já fui na vida e sem dúvida merece estar na lista das TOP 5 localidades de praia mais lindas do mundo!

Assim começo a falar da Sardegna. E se você está em dúvida se vale a pena conhecer, já te digo: com certeza vale! Quem nunca ouviu falar desse paraíso, comece a se programar!
Essa enorme ilha fica localizada na Itália.
Apesar de ser um dos lugares preferidos dos milionários italianos e do mundo todo, consegue misturar o luxo, a informalidade e as mais belas paisagens. Tudo isso, sem afetação!
São diversas regiões, influências, pratos e praias paradisíacas para explorar e se deliciar!
Eu sempre achava que tinha chegado na praia mais linda do mundo, mas você descobre o sentido de “tanto faz”. São todas inacreditáveis!
Vem ver de pertinho e se apaixonar!
Localização
Ao lado esquerdo da “bota”, a Sardegna é segunda maior ilha do Mar Mediterrâneo (a maior é a Sicilia). Fica ao sul – da também belíssima – ilha francesa de Córsega. As Bocas de Bonifácio é o estreito que separa essas duas ilhas, distantes apenas 11 km.

sardegna blog cuca
A ilha é uma região autônoma, composta por oito províncias: Cagliari (capital da Sardegna), Sassari, Nuoro, Oristano, Olbia-Tempio, Ogliastra, Carbonia-Iglesias e Médio Campidano.

sardenha blog cucaCada regiões tem uma característica diferente, seja nas paisagens, praias, gastronomia ou influência de colonização.

Como explorar a ilha?
Como a ilha é enorme, caso você queira explorar mais do que uma região, terá que montar algumas bases.
Uma coisa muito importante, é definir quantos dias você poderá ficar na ilha.
Eu fiquei 15 dias e rodei a ilha toda. Foram 1600 km rodados e 4 pontos de apoio. Detalhe: conheci apenas os pontos “principais”.
Se você tiver apenas uma semana, sugiro explorar no máximo 2 regiões. Isso porque, são centenas de praias maravilhosas em cada uma e coisas para fazer. Então menos é mais. Se quiser conhecer tudo em pouco tempo, não vai aproveitar nada.
Lembrando sempre, que viagem de praia é diferente de viagem cultural. Quando estamos na praia, queremos curtir, tomar sol, talvez praticar algum esporte aquático, conhecer restaurantes…e acho que tudo isso demanda calma e TEMPO.
Mas a Sardegna definitivamente não é aquele lugar que você vai e fica enterrado em uma única praia o dia todo. Esteja disposto a pegar o carro e explorar os lugares. São muitas praias para conhecer!

Onde montar a base?
Mais uma vez vai depender do seu tempo de estadia, do seu perfil de viajante e acho inclusive do que vou mostrar para vocês nos próximos posts.
Se eu tivesse apenas 1 semana, escolheria montar minha base na Costa Esmeralda. Esse é o local mais sofisticado e badalado da ilha. Mas isso é apenas um “detalhe”. A região concentra praias espetaculares, bons restaurantes, lojas e tudo que um turista pode querer ou precisar.
É nessa região que se localiza o deslumbrante arquipélago de La Maddalena e a badaladíssima Porto Cervo.
Caso tenha mais tempo, deixo minhas sugestões abaixo.
– 5 dias para explorar a Costa Esmeralda
– 2 dias para conhecer o arquipélago de La Maddalena
– 2 ou dias na região de Nuoro
– 3 dias no sul da ilha em Cagliari.
– 3 dias em Alghero

Carro
sardenha blog dicas cuca 1
Indispensável alugar um carro com GPS!!!
O transporte público na Itália é super bom e etc, mas essa situação é bem diferente na Sardegna.
Ter um carro por aqui é indispensável!
Tudo é longe no sentido de não dar para fazer a pé ou ficar pegando taxi.
A gente acaba visitando mais de uma praia por dia, vai jantar em restaurantes… então, não caia na besteira de querer economizar com um dos itens fundamentais para fazer a viagem dos sonhos.
As estradas são super bem conservadas e em excelente estado, porém em vários trechos tem muitas curvas. Beber e dirigir, não é uma boa.
Fique atento as multas! Pare sempre nos estacionamentos pagos em cada entrada das praias. Evite ao máximo parar em lugares proibidos em beira de estrada, pois sim, aparecem guardinhas do nada e multam!
Os estacionamentos são super baratinhos.
Qual carro?
Aluguei um Fiat 500 conversível e foi o máximo. Acho o carro ideal para 2 pessoas ou um casal. Ele é compacto – característica super importante para estacionar e se virar por lá, confortável, tem todos as facilidades necessárias. Além disso, é um charme e curtir as estradas e lindas paisagens com a capota abaixada, é uma delícia!
Você pode usar o porta malas e os bancos de trás para acomodar a bagagem (caso necessite).
Dica 1: já alugue o carro antes da viagem e pegue no aeroporto. Inclusive reserve o Gps. Pague o seguro mais completo.
Dica 2: Compre um guia de praias chamado “Sardegna – tutte le Spiagge. Tutta la costa”. Vende em qualquer lojinha de posto de gasolina e custa 14 euros. Foi minha melhor aquisição! Ele tem fotos e coordenada de GPS de todas as praias da Sardenha. Sem ele, estaria até hoje procurando os lugares. São mal sinalizados e difíceis de encontrar.

Como chegar e sair
-Avião
A ilha tem 5 aeroportos, o mais movimentado é o de Olbia, que é o mais perto da Costa Esmeralda – localidade mais procurada pelos turistas na temporada de verão.
Sugestão: tem uma cia aérea italiana chamada Meridiana Fly, que faz voos para Sardegna e a Easy Jet também. Só preste atenção ao peso da bagagem, as duas cias permitem pouco peso. Cuidado para não pagar excesso!

– Ferrie
Você pode pegar um ferrie em Civittavechia – cidade que fica a uma hora de Roma – para Olbia.
A viagem dura cerca de 5 horas.
Você pode ir de carro neste ferrie ou “a pé”.

Dicas importantes:
– Temporada e temperatura
A temporada da Sardegna começa em maio mais ou menos e vai até final de setembro ou comecinho de outubro. Mas isso não quer dizer que mesmo nesse período você encontrará tudo aberto e as cidades cheias de vida.
Quem quiser agito e muito calor, opte pelo mês de julho e agosto. São os meses mais cheios, mas que todos os lugares estão abertos e as cidades cheias de vida. A temperatura nessa época gira em torno de 35 graus e a sensação térmica é de uns 40. Ótimo para quem ama torra no sol.
Outra coisa: o sol nasce lá pelas 5:00 hs da manhã e se põe por volta das 21:00 horas. Pensa num dia longo, para aproveitar!
Se quiser um pouco mais de calma e um pouco menos calor, opte por junho ou setembro.
Maio e outubro, eu não recomendaria. Acho deprê quase tudo fechado e ainda corre o risco de não estar calor…

– Grávidas/ idosos/ crianças/ pessoas com mobilidade reduzida.
Eu fiz todo o planejamento da viagem e me imaginei lá torrando no sol, andando de barco, tomando muito vinho sardo e comendo camarão. Mas não foi bem assim! hahah Descobri que estava grávida um pouquinho antes de ir, então tive que abrir mão de algumas programações.
As praias da Sardegna são maravilhosas, espetaculares…mas muitas delas são de difícil acesso. Você só chega de barco ou com caminhadas ou descendo barrancos. Além disso, a maioria não tem nada de infraestrutura: bar, banheiro, restaurante  etc.
Grávidas: dá para aproveitar (dependendo do tamanho da sua barriga e sua disposição), mas você acaba tendo que abrir mão de conhecer algumas praias que exigem caminhadas mais longas ou pegar barcos pequenos (por causa do impacto). Não dá pra comer tudo que você gostaria e nem beber.
Eu aproveitei o máximo que pude, mas com certeza, não escolheria ir grávida.
Idosos e pessoas com mobilidade reduzida: acho praticamente, para não dizer totalmente, inviável. Mesmo que as caminhadas sejam curtas, muitas vezes tem trilhas, escadas, barrancos. Sinceramente, me lembro de 2 ou 3 prais no máximo, que chegava no estacionamento e em seguida vinha a praia.
Crianças: fiquei muitooo surpresa. Achei que a Sardegna era lugar apenas de adultos e diversão, estilo Saint Tropez. Me enganei redondamente. Vimos uma quantidade enorme de famílias, cheias de crianças.
Mas naquele estilo europeu: criança embaixo de uma cabaninha de canga, no sol de 40 graus, comendo frutas e sanduíches levados pelos pelos pais. O mar da maioria das praias é super calmo e as crianças brincavam sozinhas com os amiguinhos ou irmãos, no mar e na beira da praia.
Nada de 7 mil babás e mil frescuras que brasileiro ama. Se você for desencanado, estilo europeu, leve sua cria e curta muito. Caso contrário, vá para um belo resort com babás e etc.

Pessoas que enjoam
Se você é do tipo que enjoa em estrada ou dentro de carro, sinto dizer que esta não é uma viagem para você!
Como já disse anteriormente, as estradas são extremamente sinuosas. Pensei nisso por causa da minha mãe! Teria sido a pior viagem da vida dela, já que enjoa muito e lá não tem muito como evitar.
Para quem não tem problemas com isso, são lindas paisagens a cada curva… do contrário, é um caos!

Agora que você já tem as informações básicas, começarei a falar de cada região, mais dicas e hotéis escolhidos nos próximos posts!

Também planeja ir para a Costa Amalfitana?
– Hotel mais lindo de Positano, Il San Pietro di Positano.
Ravello é lindo e vale a visita ou hospedagem.
– A badalada Capri é imperdível.

Quer conhecer mais lugares que fazem parte do TOP 5 mais lindo do mundo?
Maldivas
Algarve

Para me seguir no Instagram: @projetomestrecuca
Clique do lado esquerdo e curta nossa página no Facebook

Assuntos Relacionados

Faça um Comentario no Facebook deste assunto

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *