Por Cuca
29 abril, 2014

Istambul – passeios

istambul cuca martins
Istambul
é uma das capitais mais incríveis que já conheci!

A quinta maior cidade do mundo, tem vários detalhes únicos.
Uma das coisas mais diferentes é que metade do território está no continente europeu e a outra metade pertence a Ásia e essa divisão é feita lindamente pelo Bósforo.
A religião também agrega belezas. O país é majoritariamente muçulmano e por isso, é possível encontrar uma infinidade de lindas mesquitas espalhadas por todos os lados, que emanam chamados na hora das rezas (5 vezes ao dia). Há também uma pequena quantidade de judeus e cristãos no país.
A coisa da religião também divide Istambul entre os muçulmanos bem religiosos que seguem à risca o alcorão e tem costumes bem diferentes dos nossos e uma parte bem moderna e mais parecida com os cidadãos de qualquer grande capital do mundo.
Se engana quem pensa que essa é a capital da Turquia. A capital é a não tão popular para os turistas é Ancara!
Que tal conhecer os mais tradicionais pontos turísticos desse lugar? 
– Mesquita Azul ou Mesquita do Sultão Ahmet
mesquita azul istambul

Ela é toda de azulejos azuis, linda, enorme e com um pé direito de 42 mestros.
Construída entre 1600 e 1616 a pedido do sultão Ahmet.

Ela é a única que possui 6 minaretes (torres de onde são feitos os chamados para as rezas). De acordo com nosso guia, pois segundo a lenda, o sultão pediu ao arquiteto que fizesse um minarete de ouro e ele confundiu com a palavra seis (que em turco é parecido).  
Atenção: não é permitido entrar de sapato e nem com as pernas descobertas, além de ter que cobrir a cabeça e o ombro como em todas as mesquitas. Na porta você deixa os sapatos em uns saquinhos e se estiver de bermuda ou saia, te dão um pano para cobrir as pernas e se você não levar sua pashimina, também te dão outra para cobrir a cabeça.

 

– Palácio Topkapi
Palácio Topkapi
O local foi construído pelos turcos entre 1475 e 1478, após a conquista de Istambul. Foi o primeiro palácio dos sultões Otomanos.
Se prepare para gastar um bom tempo por aqui: são quase 700 mil metros quadrados!!!

Você entra e tem um enorme jardim. Depois começam as divisões: tem a área que os funcionários viviam, a família do Sultão (que no caso tinha váriassss esposas e muitos filhos), o local que ficavam as mulheres do Harém (dizem que eram mais de mil), a sala do Tesouro Imperial (de capotar mil vezes com as jóias, mas não pode tirar foto), outra com roupas e por ai vai…

 

– Cisterna da Basílica ou de Yerebatan Saray
Alemdar Mh., Şeftali Sk 6, Fatih
cisterna istambul cuca martins

Quem não lembra da Morena de Salve Jorge correndo por esse lugar???
Pois é, o lugar é ainda mais lindo ao vivo do que na novela.
Todo iluminado com uma luz avermelhada, com os reflexos batendo nas águas, o lugar também é conhecido como Palácio Submerso.
Construída em 532 d.C., para armazenar água e abastecer a cidade e o Palácio Topkapi no período de guerras e inclusive evitar que a água fosse envenenada.
São mais de 300 colunos e a capacidade de armazenamento é de 100 mil metros cúbicos. Hoje estão quase secas, é apenas um local de visitação (desde 1987). Desfiles de moda e apresentações também são realizadas no local. Deve ser uma coisa maravilhosa!
No final tem duas colunas com a cabeça de medusas.

Fica próxima a Hagia Sophia.

-Hagia Sophia ou Santa Sofia ou Aya Sofya
Ayasofya Meydanı, Sultanahmet – Fatih
aya sofya 4

A construção dessa igreja demorou mais de 15 anos e foram mais de 10 mil funcionários que participaram da obra. São 52 mestro de pé direito. O lugar é impressionante, ainda mais por ser uma obra do século VI.
A basílica passou por vários fatos: gerras, terremoto, saques e mais tarde quando a cidade foi dominada pelos turcos, eles a transformaram em uma mesquita e cobriram as imagens católicas com pinturas (que estão sendo restauradas). É  a única construção que visitei onde duas religiões nitidamente se unem através da história contada pela arquitetura.

Na saída, tem um lugar chamado coluna dos pedidos ou wishing column. Reza a lenda que você tem que enfiar o seu dedão no buraco e dar uma volta completa enquanto faz um pedido. O que pra mim, com toda minha DEScoordenação não foi nada fácil!
wishing column

OBS: Aqui não é necessário cobrir a cabeça e nem pernas, já que Ataturk a transformou em museu em 1931.

-Dolmabahçe Sarayi ou Palácio de Dolmabahce
palácio topkapi
Esse foi o último palácio da família imperial otomana. Aqui moraram sultões, o último califa e foi a residência de Ataturk – que fundou a república turca e modernizou o país.
A ostentação da riqueza em cada detalhe é impressionante. Tanto que quase levou o país a ruína com tantos gastos feitos com sua construção e decoração. Tapetes, mármore, pinturas, ouro, prata e lustres de cristal maravilhosos espalhados por todos os lados. Por sinal, tem o lustre mais pesado do mundo, é uma coisa gigantesca.

lustre
São cerca de 17 mil metros quadrados de suntuosidade.
Inspirados em palácios europeus, como o de Versailles, por exemplo. Mas acredite se quiser, esse é ainda mais luxuoso!

Além da parte de dentro ser impressionante, a área externa tem jardins super bem cuidados e p palácio fica bem em frente ao Estreito de Bósforo, com uma vista impressionante.


Um fato curioso: Depois que Ataturk morreu (em 1938), os relógios do palácio ficaram congelados com o horário de sua morte.
OBS: É proibido tirar foto dentro do palácio. Ahh e tem que colocar esses saquinhos nos pés para andar pelo Palácio, para não sujar ou rasgar os tapetes.

 

 – Mesquita Süleymaniye
mesquita sul
Depois da Santa Sofia, é a mesquita mais importante de Istambul. Ela fica bem no alto e pode ser vista de vários lugares da cidade.
Tem vitrais maravilhosos e um lustre enorme que forma 2 círculos localizados bem no centro da cúpula. As pinturas no teto são bem lindas também.
Foi construída em 1557 pelo famoso arquiteto da época Mimar Sinan.

– Passeio de barco pelo Bósforo
Cuca martins
O Bósforo liga o Mar Negro ao Mar de Mármara. Além disso, é ele que divide a Turquia e a própria cidade de Istambul em dois continentes: o lado asiático e o lado europeu. 
É um daqueles passeios guiados, bem turistão, mas to tipo “tem que ir”. É bem bonito e você acaba vendo os palácios, mansões incríveis, hotéis, alguns pontos turísticos e a própria cidade por um outro ângulo.

 

– Spyce Market ou Mercado das Especiarias
Rüstem Paşa Mahallesi, 34116
spicy market

é um mercado bem menor que o Grand Bazaar, mas um must go também.
Tem jóias, cerâmicas e outras coisas, mas o foco aqui são: os chás, especiarias, turkish delight (docinhos turcos maravilhosos) e alimentos típicos em geral.
Comprei um monte de chá e não negociei antes o preço e me ferrei! T-u-d-o que vcê compra na Turquia tem que ser negociado o preço. É interessante, mas às vezes irrita, pois você sabe que alguém está pagando bem mais barato que você! Minha mãe é uma negociante nata, eu sou uma lástima.

 

– Grand Bazaar
entrada grand bazaar
Deixei para o final um dos meus lugares preferidos!
O Grand Bazaar é o primeiro “shopping center” do mundo!!!! Hello shopaholics!  
Um dia é quase pouco para passar lá, ainda mais se você tiver a mesma energia que eu e minha mãe para compras! É muitoooo grande e você encontra de tudo!

Ótimo lugar para comprar jóias, caso você entenda do assunto…senão pode comprar gato por lebre.
Todas essas fotos da galeria são de jóias de verdade. Se você tiver algum problema de coração, não abra! Um mini infarte pode ocorrer!

A história da negociação de preços vale ainda mais aqui. É possível que o preço de uma jóia “seja” 3 mil euros, eu compre por 2 mil e você por 900 euros! Leva a melhor quem tem jeito para negociar!


Não fui nesses lugares, mas estão na lista de passeios também:

– Miniaturk-Minyatür Türkiye Parki 
É um parque de miniaturas, que tem réplicas de monumentos da Turquia. Dizem que é legal para levar crianças e tal, mas siinceramente não considero Istambul um passeio para crianças. Eu não levaria meus filhos pequenos, é muita andação. 

-Galata Tower ou Torre de Gálata

– Glata Bridge


 

GUIA
Tem muita coisa para visitar em Istambul e não é tão fácil se achar ou se comunicar por lá. Além disso, dependendo da época, os lugares podem estar bem cheios e com uma longa espera.

Por isso, optamos por um guia para andar com a gente durante o dia e fazer os passeios. Apenas para passar o dia no Grand Bazzar que não acho necessário (se você souber falar inglês, claro!)
Nosso guia falava português, atende muitos brasileiros e é um encanto de pessoa.
Bilal Akdeniz
e-mail: [email protected]
+905375796933

Já falei sobre os restaurantes e baladas AND um pouquinho sobre os bairros e objetivos da viagem, para que você possa escolher onde prefere se hospedar.

Já fiz um post super completo sobre os must see na Capadócia e um exclusivo sobre o Museum Hotel!

Sei que como quase sempre o post ficou meio grande, mas eu quando vou pesquisar prefiro que as informações estejam todas juntas para facilitar minha vida. Como vocês preferem?

Para me seguir no Instagram:@projetomestrecuca
Acompanhe também nossa página no Facebook.

Assuntos Relacionados

Faça um Comentario no Facebook deste assunto

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentário:Istambul – passeios

  1. Cris

    Assim, juntas! Amei as dicas, Cuca! Depois te conto como foi!

    • projetomestrecuca

      Vou começar as dicas dos restaurantes! Espero que dê tempo!
      Boa sorte Cris!!! Aproveite muito!