Por Cuca
23 novembro, 2015

Enjoo na gravidez: tudo que você precisa saber para evitar ou amenizar os sintomas!

sintomas gravidez blog cuca 1
De acordo com estatísticas, cerca de 80% das grávidas tem algum tipo de enjoo ou náuseas nos 3 primeiros meses de gestação. 50% desse montante tem grandes chances de vomitar!
Já eu fiz parte de uma outra estatística… dos 0,5 a 2% das mulheres que passam extremamente mal e os sintomas passam dos 3 meses. Já relatei meu desespero em um texto anterior.
Como meu caso foi extremo, pude testar todos os remédios, métodos, dicas e invenções do universo!
Agora vou compartilhar tudinho que aprendi com vocês.
Já adianto, que infelizmente não existe milagre! Mas algumas coisas podem ajudar bastante!!!
Vem ver!

Sabe o que é engraçado? Tive a ideia e comecei a escrever esse post no início da minha gravidez, com poucas semanas. Deixei salvo no rascunho e depois de muitos meses, resolvi terminar. Quer dizer, eu achava que ia terminar. Na verdade, tive que apagar tudo que eu – naquela época – achei que sabia!
Eu ainda não tinha começado a enjoar e nem imaginava o que viria pela frente.
Como já disse anteriormente, a minha situação foi uma das piores, então muita coisa não funcionou comigo, mas pode ser que funcione com você e com 80% das gravidinhas.
Eu achei que não ia aguentar, pois vomitava 9 vezes por dia e tudo me dava enjoo…mas como uma mágica, na 17° semana acordei como se nada tivesse acontecido. Provavelmente essa mágica vai acontecer bem antes com você!

Vou começar com as dicas mais naturebas e crendices e vou evoluindo…Bora lá!

Alimentos que ajudam
Na fase de enjoos, normalmente as grávidas preferem comida mais ácida.
– limão
-picolé de limão
– gengibre
– azeitona
– vinagre
– abacaxi
– tangerina ou mexerica (comia umas 7 por dia, bem geladas)
– laranja

Alimentos secos e sem molhos, também ajudam bastante. Era o que mais parava no meu estômago.
– carne moída sem molho e sem tempero. Apenas com sal
– arroz branco
-purê de batata sem queijo (só batata amassada e um pouquinho de manteiga)
– macarrão
– bolacha água e sal (eu comia a sem glúten, porque sou celíaca)
– bolacha maizena ou maria (sem glúten também)
– tapioca recheada com frios ou ovo mexido
– açai (comia quase todo dia)

Bebidas que ajudam
Você vai notar que as bebidas bem geladas ajudam muito a passar aquela “nhaca”! Tem gente até que chupa gelo!
– água com gás e limão espremido e muito gelo – foi o que mais tomei e o que mais me salvava
– suco de limão (de preferência sem açúcar)
– Gatorade
– água gelada
-água de coco
– Coca cola normal bem gelada e de lata – sei que não é o mais saudável do mundo, massss na minha fase mais crítica, me ajudou horrores. Eu tomava 1 latinha ao longo do dia, nos momentos que o bicho pegava.

Recomendações básicas
– Evitar ficar próxima de alimentos ou cheiros que você já sabe que podem te deixar com náuseas
– Comer de 3 em 3 horas. Cheguei a acordar de madrugada para comer e evitar o estômago vazio, na esperança de não sentir mais enjoo. hahaha
– Não tomar líquidos durante as refeições. Tomar uns 30 min antes ou uns 30 min depois.
– Não comer muito de uma vez.Tentar fracionar e ir comendo aos pouquinhos.
– Tentar não comer comida ou tomar líquidos muito quentes. Prefira coisas mais mornas ou frias. Isso me ajudava bastante. De vez em nunca conseguia tomar um chá de hortelã ou um leitinho de amêndoas com achocolatado…mas era bemmm raro!

Soluções não tão conhecidas
Eu sou futriqueira e gosto de achar produtos. Pois bem, esses 2 eu já conhecia bem antes de engravidar. Um deles eu já tinha inclusive.
– Preggie pop drops
balas para enjoo de gravidez cuca martins blog
São balinhas naturais ou pirulitos, que ajudam a melhorar os enjoos.
Não chega a ser algo milagroso, mas dizem que funciona bastante!
Elas não tem nenhuma contra indicação médica.
Eu comprei várias caixinhas de balinhas e pirulitos, massss a fofa da Receita Federal do Brasil, segurou minha encomenda por mais de 3 meses. Quando finalmente consegui pegar, já tava numa fase muito crítica de enjoo, que nada mais resolvia, nem remédio. Mas elas davam alívio em um gosto ruim de cocô que eu sentia na boca essa época e melhoravam um pouquinho meu enjoo. Acho que deve uper funcionar para quem tem sintomas leves.

– Pulseira anti – náusea
pulseira anti enjoo blog cuca martinsÉ uma pulseira de algodão que tem tipo um botãozinho de plástico no meio.
A ideia é você colocar no pulso e esse botão pressionar um ponto de acupuntura que tem na região, responsável por emitir os sinais de náusea no cérebro. Com a pressão, isso cessa.


Eu tinha comprado uma pulseirinha há uns 3 anos, quando estava em Nova York. Ela dizia ser útil para enjoos matinais de gravidez, viagens de avião/navio e sei lá mais o que. Na verdade, não sei nem porque comprei. Foi tipo invenção de moda mesmo, pois nunca enjoei com nada.
Quando engravidei, lembrei da minha pulseira. Não feliz, ainda comprei mais uma, junto com as balinhas.
Levei a bendita para minha viagem para Itália – que fiz bem no comecinho da gravidez e foi por lá mesmo que comecei a passar mal.
Para muita gente super funciona, tem até alguns estudos.
Obviamente pra mim não rolou! hahah Minha pressão caiu bastante e foi só!

Onde comprar as balas e a pulseira:
Você encontra facilmente em farmácias americanas.
A pulseira, tem em algumas lojas de produtos náuticos aqui no Brasil.
No Amazon você encontra as 2. Eu compei no IHERB. É um site americano, que entrega no mundo todo.
www.iherb.com
Quem quiser, pode usar esse código abaixo na compra e ganhar um desconto! 🙂
http://www.iherb.com?rcode=pmc

Remédios
No meu caso tive que entrar com medicação. Algumas eram até fortinhas. No começo funcionavam muito e acho que para as mulhees que tem sintomas leves, deve acabar tudo rapidinho. No meu caso, depois de pouco tempo, mal faziam efeito.
Eu até gostaria de colocar o nome aqui para vocês das coisas que tomei, mas o meu receio é que as pessoas se auto mediquem, sem consultar o médico.
Então, não vou citar os nomes e vou pedir que você fale com seu médico, caso nenhuma das opções acima amenizem ou funcionem.

Se você acha que os enjoos e vômitos já passaram do “aceitável”, se estiver perdendo peso ou se sua vida parou por causa dos sintomas… talvez você tenha a tal da hiperemese gravídica também. Dê uma olhada nos sintomas e converse com seu obstetra.
Aqui contei como foi o meu período crítico, passando mal. Você não está sozinha, não está inventando e nem fazendo drama. Eu sei bem!

Para mais assuntinhos de mamãe e baby:
– Cremes para evitar e amenizar as temidas estrias
– Decor: quarto de menina azul e rosa
– Berço multiuso: super prático para pequenos espaços
– Colher para não queimar a boca do neném

Instagram: @cucamartins
Snapchat: cuca_martins
Clique do lado esquerdo e curta nossa página no Facebook

Assuntos Relacionados

Faça um Comentario no Facebook deste assunto

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *