Por Cuca
25 março, 2014

Cervejas sem glúten: sim, elas existem!

Imagem
Quando uma pessoa que gosta de cerveja, descobre ser intolerante ao glúten ou celíaca, esse é mais um drama: como vou viver sem minha cervejinha?
Existe uma lista de bebidas que não contém glúten (vinho, saque, champagne, algumas vodkas, etc), mas a cerveja é uma bebida fácil, simples e que muitas vezes faz falta.
Quando descobri que não poderia mais ingerir glúten, simplesmente abandonei a cerveja e pronto.
Mas a minha curiosidade e inquietação são sempre maiores que meu conformismo…e resolvi tentar achar alguma coisa.
Achei várias! Existe sim cerveja sem glúten, porém são mais caras obviamente (como todas as coisas sem glúten, aqui no Brasil).
Mas pelo menos para a cerveja não precisamos dizer: “Adeus, nunca mais!”

– ESTRELLA DAURA
Imagem
É uma marca espanhola de cervejas, já comprei e adorei.
O gosto dela é um pouco mais amarguinho e forte que uma Heineken, por exemplo.
Matou minha vontade. Mas o que mata também é o preço… aproximadamente R$ 15,00 uma garrafinha!
Teor alcoólico: 5.4%

– LAKE SIDE BEER
Imagem

É  a primeira marca de cerveja nacional gluten free!!!! Ebaaa!
Produzida no sul do Brasil e se não me engano foi lançada em 2012.
Sua formula contém menos de 6ppm de glúten.
Teor alcoólico: 5.4%
Compro de vez em quando, ela é gostosa, mas com sabor bemmm suave. Bem mais fraquinha que a Estrella Daura. Quem gostar de cerveja mais aguadinha, vai gostar mais dessa! 🙂

GREEN’S
Não experimentei ainda e peguei as informações do site da marca.
As cervejas foi desenvolvida por um celíaco, Derek Green. Ele não se conformava em não poder mais cerveja e começou suas experiências até chegar na Green´s. Lançada em 2004.
Em sua fabricação também não contém outros alérgenos alimentares comuns (como crustáceos, ovos, peixe, amendoim, soja, leite, lactose, nozes, mostarda, gergelim e sulfitos), sendo composta de trigo sarraceno.Indicada para celíacos.
São três opçoes:

Green’s Belgian Blond Ale Gluten Free
Imagem

Green’s Premium Pils Gluten Free
Imagem

Green’s Premium Golden Ale Gluten Free
Imagem

-Brunehaut Bio Blonde
Imagem
Fabricação belga.
Teor alcoólico: 5%

– CELIA
Imagem
Achei interessante a história dessa cerveja, além de glutenfree é 100% orgânica. Quem tiver interesse dá uma olhada no site. Ganhou até um prêmio no ano passado.
Ela é comercializada pela internet também, mas não sei se entregam no Brasil. A distribuidora é no Reino Unido.
Contém menos de 5 ppm de glúten.

– NEW PLANET
Imagem
É uma marca de cervejas gluten free americana.
Tem 3 sabores diferentes, inclusive um de framboesa.
O teor alcoólico é de 5% nos 3.
Achei bem interessante.

– DOGFISH HEAD TWEASON’ALE
Imagem
Mais uma cerveja sem glúten com sabor frutado. A base dela é morango, mel e sorgo. No mínimo, bem diferente não?
Teor Teor alcoólico:  6%

-BARD’S TALE DRAGON’S GOLD
Imagem
Cerveja americana, produzida em Buffalo, N.Y.
Teor Teor alcoólico: 4.3%

-REDBRIDGE
Imagem
Teor alcoólico: 4%
Dizem que o gosto é bem parecido com as “normais”da marca.

– NEW GRIST SORGHUM BEER
Imagem
Cerveja americana, produzida em Milwaukee (Wisconsin)
Teor alcoólico: 5,75%

– ST. PETER’S SORGHAM BEER
Imagem

Pode se apaixonara pela garrafa???
Essa cerveja é inglesa.
teor alcóolico:4.2%

Bom, acho que é isso… pra quem achava que não existia cerveja gluten free, tem uma boa quantidade para experimentar!

Quais encontro no Brasil?
As que já achei para vender aqui no Brasil, seja na internet ou em lojas de bebidas: Estrella Daura, Greens e a Lake Side Beer.

Onde encontrar?
Eu moro em São Paulo, portanto colocarei os lugares aqui. Por favor, comentem aqui no site onde vocês encontram na cidade de vocês, assim todo mundo se ajuda né?

São Paulo
Santa Luzia, Empório São Paulo, Rei do Whisky, Padaria Lilóri, restaurante Le Manjue e vários sites.

O legal de descobrir essa lista e os países produtores, é que em uma eventual viagem, dá para tentar achar e ser feliz!

Cervejeiros
Para os não celíacos, mas apaixonados por cerveja, acho que fica uma boa lista também.
Espero ter dado uma luz no fim do túnel para muitos… ou melhor, um copo na mesa do bar!
Tin tin!!!

Ps: essas cervejas são todas certificadas pelos órgãos dos países que produzem.

Para conhecer várias marcas de chocolate glutenfree, clique aqui.

Para seguir nossa página no facebook: www.facebook.com/projetomestrecuca
Instagram: @projetomestrecuca

OBS: Todas as fotos foram retiradas do banco de imagens do google. A única foto minha é da Estrella Daura.

Assuntos Relacionados

Faça um Comentario no Facebook deste assunto

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 Comentário:Cervejas sem glúten: sim, elas existem!

  1. cleide alice

    gostei muito do artigo soben.re as cervejas sem glút

    • Cesar Mizuno

      Parabéns pelo excelente artigo!

      • projetomestrecuca

        Obrigada César!
        🙂

  2. PRISCILA

    MUITO LEGAL,PENA QUE NO BRASIL NAO TEM 🙁

    • projetomestrecuca

      Claro que tem, sempre compro!

  3. Adriano

    Parabéns pela nobre atitude de divulgar o conhecimento. Ele é a razão de evoluirmos e precisamos nos irmanar quanto a ele.
    Não sou celíaco. No entanto, por indicação de um colega de trabalho, li o livro “Wheat Belly” (Barriga de Trigo) – Willian Davis, onde ele explica MUITO bem os malefícios, mesmo para os não-celíacos, do trigo/glúten do trigo.
    O fato é que há mais de um mês estou me sentindo extremamente bem livre do trigo, inclusive com uma psoríase de mais de 10 anos que sumiu, entre uma leve e saudável perda de peso (não é o objetivo direto), enfim, sinto-me renovado e tudo o que o autor, que é médico cardiologista e pesquisador, descreveu se mostrou verdadeiro.
    Nisso, comprei a Lake Side, mas… R$ 16.90 por 600 ml é um pouco duro, hehehe.
    Torço para que alguém ainda consiga importar/dominar a fabricação para termos um melhor preço. Igualmente, tenho diminuído o volume do consumo para compensar o gasto, o que – igualmente – fez um bem enorme.
    Desculpem-me por ter escrito tanto, mas precisava partilhar isso. Abraços!

    • projetomestrecuca

      Olá Adriano!
      Fico contente em ler o seu desabafo e vou colocar o ponto de vista de um intolerante que pesquisa bastante e vive a doença ma pele para que você possa refletir! 🙂
      Eu comecei a ler o livro, mas por incrível que pareça, ainda não me entusiasmei muito com ele sabia?
      Fico apreensiva quando relacionam o glúten com a questão da barriga ou do emagrecimento. As pessoas não emagrecem POR CAUSA do glúten. As pessoas que cortam glúten emagrecem a princípio por 3 motivos principalmente:
      1. porque estão de dieta e não substituem os alimentos que tinham glúten, por alimentos sem glúten correspondentes. Para de comer pizza normal e não come pizza sem glúten. Para de comer bolacha e não come a bolacha sem glúten.
      2. Não sabem o que comer quando descobrem o diagnóstico, ficam perdidas ou tem dificuldade de achar as coisas sem glúten.
      3. Começamm optar por uma alimentação mais natureba e cortar industrializados.
      Os alimentos e farinhas sem glúten industrializados são muito mais calóricos. Eu por exemplo, engordei quase 10 kilos em um determinado momento, quando já estava totalmente sem glúten. Muitos celíacos estão acima do peso também. Exatamente porque vivemos sem poder comer glúten e por isso comemos coisas que quem opta por essa “dieta” acaba não comendo e emagrecendo.
      Se pudesse te dar um conselho em relação ao seu bem estar, faria algum teste de intolerância para ver se vc tem algum tipo, já que relata uma melhora. Eu como sou intolerante e passei por um longo processo até chegar ao diagnóstico, não diria para ninguém tirar o glúten sem que haja uma necessidade.
      Quanto psoríase, eu também tenho diagnóstico da doença – que está relacionada a doença celíaca e iontolerancia ao glúten. Não sei se você tem um bom médico que já te trata, mas o maior especialista de psoríase se chama Cid Sabbag. Ele é o meu médico, já o entrevistei várias vezes como jornalista e ele é um pesquisador e médico super reconhecido! Ele acabou com tudo que eu tinha. Se quiser te passo o número, mas se colocar o nome no Google aparece.
      Viver sem glúten mesmo não é tão simples quanto parece e se não há a necessidade real… não recomendaria tirar não! :/ Palavra de quem: é obrigada a ler todos os rótulos de tudo que quer comer, não come em festas, tem que chara no mínimo 3 garçons no restaurante para questionar sobre os pratos, muitas vezes não tem o que comer em uma viagem, entre outras coisas bem piores.
      Sobre a Lake Side, ela é a primeira cerveja sem glúten nacional e o preço dela já está abaixo do preço da importada. A strella Daura é long neck (menor que a lake) e custa o mesmo preço. 🙁
      Uma coisa que tenho tomado muito é vinho no lugar da cerveja… não sei se você gosta. Inclusive em breve vamos ter uma coluna sobre vinhos aqui no site.
      Pense nos exames. Caso você tenha algo de verdade, seja bem vindo oa mundo sem glúten. Se não tiver, não há necessidade de gastar tanto dinheiro a mais. As coisas são muito caras e não tão fáceis de encontrar!!!
      Desculpe por ter escrito tanto! Achei que deveria te mostrar o outro lado da moeda, sem o glamour que espalham por ai! 🙂
      Espero que ajude e estou aqui para trocar experiências.
      Abs
      Cuca

      • leandro guedes

        Sugiro tirar o glúten sem nenhuma dúvida, todos que assim o tem feito e adotado um estilo de vida paleo onde se come muito bem, só tem ganhado saúde disposição e bem estar esse livro barriga de trigo é ótimo, o livro (porque engordamos) Gary Taubes e excelente, o blog do dr souto também outra maravilha, a própria ciência séria e não comprometida com a industria farmacêutica e a alimentícia tem comprovado não necessitamos do glúten para evoluirmos nesses 2.500.000 anos e vários estudos provam os malefícios do glúten mesmo para os não celíacos. http://www.facebook.com/familiapaleo?ref=ts&fref=ts

        • projetomestrecuca

          Olá Leandro!
          Respeito as escolhas e opiniões de todo mundo, afinal cada um tem o livre arbítrio para fazer e comer o que quiser né? Conheço a dieta paleo e simpatizo bastante com algumas coisas, principalmente porque a alimentação se torna menos industrializada e utiliza alimentos mais frescos. Sou super a favor da comida de verdade. Inclusive participo de um grupo no facebook que adoro e contribuo com receitas que se encaixam na dieta.
          Mas a questão do glúten vai muito além de uma dieta ou estilo de vida adotado.
          Viver sem glúten por opção é bem diferente de que por doença (intolerância, alérgico e celíaco). As consequências de uma contaminação cruzada ou ingestão intencional para nós é um desastre (dores, diarreias, vômitos, aftas, dias de cama, barriga inchada, dor de cabeça, alergias e coisas bem mais graves) e para quem apenas faz a opção não acontece nada! Nossa casa tem que ser descontaminada e isenta de glúten, o que significa que todos os integrantes da casa obrigatoriamente tem que abrir mão do que comem ou gostam pela nossa saúde e muitas vezes isso não é tão simples. Quem faz paleo, por exemplo, pode dividir a casa e a cozinha com qualquer um, pois não precisa se preocupar com uma contaminação, não é mesmo? Ninguém da casa precisa entender e respeitar a sua alimentação para que vc tenha saúde não? Nosso caso – infelizmente – é bem diferente…
          Não dá pra comparar o sentimento do que é viver sem glúten para quem não tem opção e para quem o faz por opção, não é mesmo?
          Tenho tentado deixar claro, pois a vida para nós não é tão simples como para quem tira ou acha que tira o glúten sem necessidade real.
          Hoje em dia meu maior sonho seria sentar em um restaurante e comer o que eu tivesse vontade do cardápio e não o que eu posso. Ah e sem ter que me preocupar se vou chegar em casa com a barriga inchada e vomitando!
          Espero que veja o meu ponto de vista e o de tantos outros intolerantes e celíacos. A realidade não é tão linda!
          Volte sempre para pegar receitas ou trocar ideias! 🙂
          Abs
          Cuca

  4. Otavia

    Olá. Boa noite. Preciso tirar uma dúvida, ontem
    Comprei a – ESTRELLA DAURA no pão de açúcar da minha cidade CG – Ms, e na garrafa estava glúten free, mas numa etiqueta que o supermercado colocou estava “contém glúten”, sabe me dizer algo sobre isso, se realmente não tem glúten? Meu esposo está com alergia e ama uma cerveja, aqui temos pouquíssima opção. Ahh adoro seu blog, sempre ajuda muito. Bj

    • projetomestrecuca

      Otavia!
      Você tem certeza que era a Estrella Daura? Pois a mesma marca produz a estrela Galicia, que CONTÉM GLÚTEN. Ou você pegou a cerveja errada ou o supermercado etiquetou erroneamente, o que é um absurdo… mas acontece. Eles acham que é detalhe!

      • Otávia de Oliveira Rodrigues

        Acabei de confirmar, é ela mesmo. Esta Assim ÇONTEM GLUTEN (apta a celicos, menos de 3ppm) Porque meu esposo adorou essa, mas agora ficou com receio. Obrigada

  5. Mozart Tavares

    Pessoal, o bom é fazer a sua cerva sem gluten. Eu estou tendo resultados satisfatórios. A cada leva a danada fica melhor. E o melhor, entre R$2 e R$6 o litro! Muito barato, muito gostoso de fazer. Um excelente passatempo. Abraços

  6. Matty

    As Charlie Sheen says, this article is “WIN!INGN”